Paz
O estado de paz não depende de onde estou, com quem estou, mas fundamentalmente de como estou. É possível manter a mesma tranquilidade tanto num congestionamento de trânsito quanto numa bela praia deserta porque a paz está dentro de mim. Ela é a saúde normal do ser. Mas quando me sinto ansioso, preocupado ou nervoso tenho a nítida percepção de que estou desalinhado. É a memória eterna sinalizando que saí da minha posição natural de paz.
Paz é energia. Uma força pura que penetra a casca do caos e coloca coisas e pessoas em uma ordem equilibrada. Exercer o poder da paz abarca o princípio fundamental da espiritualidade: olhar para dentro a fim de olhar para fora com coragem, propósito e significado. E de quem é essa responsabilidade? Pode aquele que permanece sem paz ser um instrumento para a paz? A autenticidade da ação depende da autenticidade da pessoa.

Brahma Kumaris